- Os teus medos ;


Ele estava diante da janela do seu quarto a olhar a chuva enquanto ela com uma voz meiga lhe diz :

" Se passas os teus dias a dizer que me amas , que me queres fazer feliz , que sou a mulher dos teus sonhos , porque não me demonstras isso de verdade ? "
" Porque tenho medo , medo de te magoar , de não ser aquilo de que precisas , não é fácil amar-te ! "
" Ninguém disse que ia ser fácil , eu não vou exigir de ti mais do que aquilo que sei que me podes dar , eu amo-te por aquilo que és , e não tenho qualquer duvida disso , mas preciso de sentir que tu sentes o mesmo que eu percebes ? "
Ele olha para ela , e  levanta suavemente a sua mão esquerda ,  colocando-a sobre a cara dela dizendo :
" Aquilo que é nosso está muito bem guardado, eu sei que nem sempre sou tão transparente como desejas , mas não me sinto preparado para te completar , pelo menos agora ...  e sim eu percebo-te mas preciso de espaço por favor , jamais duvides de todo o amor que sinto por ti . "
Com os olhos repletos de lágrimas , abraçam-se e ela entristecida diz :
" Se é isso que queres eu respeito , pede-me tudo menos que esqueça que um dia eu tive do meu lado a melhor pessoa do mundo . "
" Não quero de forma alguma que me esqueças Princesa . Esperas por mim ? "
Olhando-o nos olhos , e agarrando a sua mão ela diz-lhe :
"  Farei o que o meu coração mandar amor , quero que regresses para junto de mim , leva o tempo que precisares , sabes onde me encontrar , se em algum momento sentires a minha falta , lembra-te daquela melodia que construimos juntos , fazer-te-a pensar . "
Ela abre a porta bagarozamente , olha para trás e deixa cair uma lágrima , até que sai e a fecha .
Triste , sem saber o que pensar , ou fazer ele deita-se na cama , agarra a almofada e chora , chora , chora (...)

15 comentários:

" Só não erra quem nada faz ! "
Abre a alma á minha pouca sabedoria , e entrega-te ao pouco ou nada que me limito a escrever . ♥